Rádio Caiari 1430 AM

Zapatillas nike zapatillas reebok nike air max blancas ropa abercrombie gafas ray ban zapatillas under armour gafas de sol ray ban Gafas carrea new balance hombre botas futbol zapatillas asics new balance mujer zapatos casuales Zapatillas air jordan nike sb nike corte

notícias

10/05/2017

A Amazônia pede socorro

Tarapoto (RV) – Lideranças indígenas, a juventude amazônica, organizações de mulheres e um significativo número de religiosas, sacerdotes e leigos da pastoral social, com o bispo do Vicariato de Jaén, Dom Alfredo Vizcarra, se reuniram na Amazônia peruana para o VIII Fórum Social Pan-amazônico.

Delegações de Brasil, Colômbia, Peru, Equador, Venezuela, Bolívia e Guiana Francesa concluíram os trabalhos no início de maio com a Carta de Tarapoto. O documento resume as principais temáticas debatidas nas 9 mesas de trabalho.

“Nós, povos amazônicos e andinos reafirmamos o compromisso com a vida e a natureza, convocando a construir e fortalecer uma grande aliança de povos baseada no reconhecimento e o respeito de nossas diversidades, convicções e dissensos”, afirma a Carta.

“Os mil e quinhentos participantes do VIII Fórum Social Panamazônico, realizado em Tarapoto, Peru, na semana passada, colocaram em comum e denunciaram os pedidos de socorro da Amazônia. E a greve geral de brasileiros e brasileiras praticamente parou o país, e esse gesto e as manifestações do dia 28 tornaram públicos os pedidos de socorro dos povos do Brasil.

Na Amazônia, pedem socorro os rios, a floresta, o solo, a biodiversidade, os povos. Estão sendo agredidos pela continuidade do que é falsamente denominado desenvolvimento, levando para lá o que fizeram em todo o país: derrubar a floresta para implantar seus projetos de enriquecimento através da exploração da natureza e dos trabalhadores. Exploram as águas com a construção de grandes hidrelétricas e vias de transporte fluvial. Exploram o solo com negócios de madeira e expansão do agronegócio de soja, cana-de-açúcar, pecuária, dendê. Exploram o subsolo com o aumento do número e tamanho das empresas de extração de minérios, petróleo, gás.

Trata-se de uma economia assentada na prática do extrativismo predatório, cujo objetivo é o enriquecimento de poucos através da retirada dos como bens comuns de toda a comunidade da vida criados pela Terra. O que sobra é o desequilíbrio do ambiente da vida e a insegurança de vida dos povos, pois seus territórios enfrentam invasões e ameaças violentas dos que desejam controlar e explorar tudo e todos.

Junto com os povos da Amazônia, toda a população brasileira está ameaçada pelas políticas que estão sendo impostas pelos governantes em nome e em favor dos ricos senhores do capitalismo neoliberal. Eles estão anulando os direitos trabalhistas e previdenciários. Querem que os senhores do capital possam explorar quanto quiserem os trabalhadores, e que estes não tenham como se defender, e sofram até o fim da vida, sem apoios quando não puderem mais trabalhar. Para isso, mentem e mentem, afirmando que a Previdência está quebrada e quebrará o país, quando se sabe que quem está quebrando o país são os empresários e o governo, e os poucos que cobram metade do orçamento federal na forma de juros de uma dívida pública que nunca passou por uma auditoria.

Amigas e amigos, se não salvarmos a Amazônia, teremos crises de água e muito sofrimento; se não salvarmos os direitos dos trabalhadores, seremos um país ainda mais injusto e fonte de violências”.

CM/Ivo Poletto, do FMCJS

?2017 Rádio Caiari 1430 AM - H?50 anos no coração da gente! | Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por:Agência Expression | Criação e Desenvolvimento de sites e lojas virtuais
replica watches ukrolex replica salefake watchesrolex replica ukfake rolex salereplica watches
Kleid Sportschuhe adidas schuhe adidas schuhe nike schuhe schmuck nike schuhe damen Taschen sonnenbrille Chaussure nike chaussure sport sac a main nike chaussure adidas chaussure lunette de soleil Vetement Chaussure adidas