Porto Velho, 14 de dezembro de 2019
Home > Boletim 103,1 > Capacitação da Agevisa fortalece resistência e combate à dengue em Rondônia

Capacitação da Agevisa fortalece resistência e combate à dengue em Rondônia

Quando um caso de dengue, zika, ou chikugunya aparecem no estado, rapidamente a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) entra em ação para descobrir em qual região houve o contágio, a forma e como o paciente está sendo tratado. O objetivo, além da cura e melhoria deste paciente, é evitar a propagação da doença que pode ocasionar um surto.

Entre as ações que se mostram eficazes nesse combate, estão as capacitações promovidas pelo Governo de Rondônia. Nesta terça-feira (12), médicos e enfermeiros receberam mais uma capacitação, como forma de fortalecer a rede de combate as doenças infectocontagiosas. O treinamento é voltado ao tema ‘Manejo Clínico da Dengue, Zika, Chikungunya, Leptospirose, Hantavírus e Febre Maculosa’, com duração de três dias e está acontecendo no Rondon Palace Hotel, com a presença do médico infectologista André Freitas, representando o Ministério da Saúde.

“Muitas dessas doenças, como a dengue, podem levar à morte. Por isso estamos fortalecendo a nossa rede de combate e ações de forma que possamos evitar ainda o surgimento de novos casos, e temos alcançado essa meta”, destacou o gerente técnico da vigilância em saúde, Cesarino Junior Lima.

Ele explica que assim como nos demais estados do país, Rondônia também registrou aumento de cerca de 8% em casos de dengue. Mas a diferença é que no restante dos estados que atualmente enfrentam surtos da doença, os aumentos são em grandes proporções.

O Distrito Federal registrou, em uma semana, mais de mil notificações de dengue, e cerca de 591 mortes já foram confirmadas este ano no Brasil. “Essa é uma ação integrada entre municio, estado e o Ministério da Saúde. Para que possamos auxiliar as equipes sobre a importância do manejo clínico no combate às doenças”, ressaltou o gerente.

A coordenadora do Programa da Dengue e outras Arboviroses, Bárbara Moura, trouxe ao evento informações referente à situação de Rondônia, quais os municípios de maior contágio, entre outros dados. “A nossa rede de monitoramento, através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), tem atuado com êxito. Temos monitorado todos os municípios e visto em qual devemos atuar com maior eficácia, e vamos apresentar os dados durante os dias de evento”, afirmou à coordenadora.

Fonte
Texto: Anayr Celina
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *