Porto Velho, 9 de dezembro de 2019
Home > Boletim 103,1 > Exposição Cheiro da Mata reúne mais de 25 obras artísticas na Casa de Cultura em Porto Velho

Exposição Cheiro da Mata reúne mais de 25 obras artísticas na Casa de Cultura em Porto Velho

Ao entrar na Casa de Cultura Ivan Marrocos, Patric Alayn ficou encantado. O estudante chegou em Porto Velho há pouco tempo, e ainda não conhecia o espaço que valoriza artistas regionais e a cultura de Rondônia por meio da arte. Ele veio prestigiar a exposição Cheiro da Mata, do artista Franciney Vasconcelos. As obras vão ficar em exposição até o dia 31 deste mês.

“Desde que cheguei na cidade, eu busquei conhecer os pontos turísticos daqui. Fiquei maravilhado com as Três Caixas d’Água, e quando vi a exposição de um artista da minha terra (Pará), não hesitei em prestigiar”, afirmou.

O tema Cheiro da Mata se aproxima da realidade vivenciada ao entrar na Casa de Cultura. Os quadros retratando o cotidiano dos animais, das comunidades ribeirinhas, e os encantos da natureza, levam o visitante a uma imersão dentro da Amazônia.

“Se fechar os olhos, é quase possível escutar o canto dos pássaros. Dá até de sentir um gostinho da minha terra, com os quadros que ele fez contando a trajetória do Pará até Porto Velho. É muito lindo”, destacou o visitante.

O artista Franciney Vanconcelos trouxe mais de 25 obras para a exposição. Algumas misturam a pintura com objetos reais, causando um impacto ainda maior, como é o caso da obra O Pescador e o Lixo. A pintura cobre toda a parede, e mostra um pescador puxando uma rede cheia de objetos como pneus, sapatos, partes de vaso sanitário, entre outros. O visitante logo entende a mensagem de conscientização ambiental retratada pelo artista.

“Desde que cheguei aqui, há cerca de 30 anos, me apaixonei pela riqueza cultural de Rondônia. Sempre procuro deixar marcas daqui e da Amazônia nas minhas obras. Exploro a fauna, a flora, os rios e as cenas cotidianas. Busco mostrar a Amazônia para o mundo”, destacou o artista.

Países como Estados Unidos e Itália, já puderam prestigiar obras do artista, através de concursos que ele participou, com a temática da Amazônia. Os visitantes que desejam prestigiar os quadros, podem visitar a exposição Cheiro da Mata, na Casa de Cultura Ivan Marrocos, localizada na Avenida Carlos Gomes, próximo à praça das Três Caixas d’Água.

SOBRE O ARTISTA

Natural de Santarém, no Pará, Franciney Vasconcelos descobriu o talento para a pintura quando ainda era criança. Desde então começou a expor as obras na escola, depois em feiras, concursos e demais lugares. Hoje residente em Porto Velho, o artista sobrevive da arte e é conhecido pela forte característica amazônica em suas pinturas. Já participou de vários concursos artísticos estaduais, e internacionais, levando obras carregadas de mensagens sobre a conscientização e os cuidados com a natureza.

A Casa de Cultura funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. “Aqui é a casa do artista e dos apaixonados pela arte. Agradeço a direção da casa, e ao governo do Estado pelo incentivo à cultura. Fico feliz em poder levar uma mensagem em forma e arte”, conclui Franciney.

Fonte
Texto: Anayr Celina
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *