Porto Velho, 14 de dezembro de 2019
Home > Boletim 103,1 > Programa Estudante Auditor chega à etapa final em Porto Velho

Programa Estudante Auditor chega à etapa final em Porto Velho

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e a Controladoria Geral do Estado (CGE), finalizou nesta terça-feira (26), no Teatro Estadual Palácio das Artes, as ações do Programa Estudante Auditor, que tem por finalidade propor melhorarias na qualidade do ambiente escolar com ações fiscalizadoras, em conjunto com os estudantes das unidades de ensino estadual em Porto Velho.

O programa foi executado em oito escolas estaduais na Capital, com total de 2.229 estudantes de 8° e 9° ano inscritos, 1.200 alunos participaram das auditorias nas escolas credenciadas, sendo escolhidas duas unidades de ensino de cada região da cidade.

Foram selecionadas as escolas Tiradentes da Polícia Militar, Professor Roberto Pires, representando a zona Norte; Professor Eduardo Lima e Silva e Centro Educacional Maria de Nazaré, na zona Sul; Flora Calheiros Cotrin e Professor Daniel Néri da Silva, zona Leste, e por fim Murilo Braga e Marechal Castelo Branco, no Centro.

Para o controlador-geral do Estado (CGE), Francisco Netto, o projeto visa formar alunos com consciência crítica do mundo e, principalmente, do ambiente em que vivem, tornando-os capazes de reconhecer falhas ou irregularidades nas mais diversas áreas do ambiente escolar.

Para o estudante Amizael Ygor de 14 anos, do 9° ano da escola Professor Daniel Néri da Silva, participar deste programa foi algo muito importante, pois, além de motivar os estudantes, trouxe a eles conscientização quanto ao ambiente escolar.

“Foi muito legal estar envolvido nestas ações, pois isso não tinha acontecido conosco ainda. Poder ajudar a melhorar a nossa escola, preservando o patrimônio para nós e para os outros, e eu já pude ver a diferença no ambiente, e até no comportamento dos meus colegas ”, disse Ygor.

A estudante Nicolly Monique Gomes do Nascimento, 15, do 9º ano, da escola Flora Calheiros Cotrin, disse que o projeto Estudante Auditor surgiu num excelente momento em sua vida escolar, pois, além de conscientizar os estudantes, faz com que todos se unam e tomem para si a responsabilidade de cuidar do ambiente em que estudam. “Eu baixei o aplicativo no meu celular e lá tinha várias perguntas, tais como se as salas estavam disponíveis para aulas de vídeo, se tinha ambiente adaptado para estudantes com necessidades especiais, se as salas de biologia e informática estavam equipadas, ou se faltava alguma coisa. Toda esta ação gerou uma responsabilidade em mim, me senti motivada a cuidar da escola, afinal, lá é nossa segunda casa e nós temos que cuidar do ambiente que nos prepara para a vida”, ressaltou.

O diretor da escola Flora Calheiros Cotrin, Francisco Leonilson Carlos de Souza, disse que toda gestão da escola está acostumada com os órgãos externos de controle fazendo as auditorias, mas que, agora, foi muito diferente e positivo com a adesão deste programa, pois, segundo o diretor, as ações mobilizaram os estudantes e os conscientizaram quanto ao cuidado com o patrimônio público. “Os alunos fizeram os relatórios, acompanhados pelos professores da escola e capacitados pelas autoridades da controladoria. Eles puderem ver que o vandalismo, muitas das vezes, é praticado por eles mesmos, por falta de uma consciência de cuidado com o patrimônio. Esta ação gerou, nos estudantes, a responsabilidade de cuidar e levar à gestão da escola as necessidades percebidas por eles no ambiente escolar, e assim todos vamos unir foças para melhorar”, disse.

AUDITORIAS

O resultado das auditorias desenvolvidas nas escolas foi entregues em mãos ao secretário de Estado da Educação, Suamy Vivecananda, que agradeceu e parabenizou os estudantes, diretores e professores envolvidos no projeto.

O secretário ressaltou que a cidadania não inicia somente na vida adulta, mas, sim, no ambiente familiar e dentro do ambiente escolar. “Precisamos contar também com a visão e responsabilidade dos nossos estudantes, para unidos somarmos forças e melhorarmos o ambiente escolar”, pontuou.

O secretário disse, ainda, que o governador Marcos Rocha entende que não existe governo sem o povo. E para se ter uma sociedade justa, com a participação de todos, é necessário que o governo ande de mãos dadas com a sociedade. Suamy informou que todos os relatórios registrados pelos estudantes serão analisados e, as escolas acompanhadas da Controladoria, irão dialogar sobre a problemática para que as providencias necessárias sejam implementadas.

O secretário-chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, representou o governador Coronel Marcos Rocha durante o evento.

Rondônia é quarto estado do país e o primeiro da região Norte a se beneficiar com o aplicativo. Nele foram lançadas todas as informações com registros fotográficos sobre as condições dos ambientes de acordo com questionários formulados pela CGE para a auditoria, gerando a consciência de transparência sobre os recursos públicos destinados à educação da rede estadual de ensino.

Fonte
Texto: Cléber Souza
Fotos: Chapinha Paes / Cléber Souza
Secom – Governo de Rondônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *