Porto Velho, 20 de agosto de 2019
Home > Boletim 103,1 > Rondônia tem meta de alcançar 85% da cura da tuberculose; profissionais são capacitados para combater à doença

Rondônia tem meta de alcançar 85% da cura da tuberculose; profissionais são capacitados para combater à doença

A Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa) tem traçado estratégias para combater o surgimento de novos casos de tuberculose e o abandono do tratamento, com foco na cura da doença. Em 2018 foram notificados 690 novos casos de tuberculose no Estado, mas em contrapartida Rondônia se aproximou da meta de cura estipulada pelo Ministério da Saúde, que é de 85% dos casos. O Estado alcançou cerca de 79%, graças as estratégias adotadas, entre elas a Reunião de Monitoramento e Avaliação dos casos de Tuberculose que é a realizada todos os anos.

Quando o paciente abandona o tratamento, a doença se torna resistente aos medicamentos

Este ano, a reunião está marcada para acontecer nos dias 13 e 14 deste mês, no auditório do Rondon Palace Hotel, das 8h da manhã às 18h. O evento tem como proposta avaliar o cenário da doença em Rondônia e o trabalho das equipes de saúde, no combate à doença.

“Nós vamos fazer o encerramento dos casos da doença juntos aos municípios, para melhorar os dados, aumentar o número de pacientes curados, reduzir os índices de abandono do tratamento, e chegar a soluções que tragam resultados ainda melhores”, destacou Clenice Gomes, técnica da coordenação estadual.

A tuberculose ainda é uma doença que preocupa a saúde pública, devido aos casos de abandono do tratamento, que deve ser de no mínimo seis meses. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece o tratamento e a medicação de forma gratuita, porém muitos pacientes deixam de tomar os remédios, acreditando estarem curados da doença, logo nos primeiros sinais de melhora.

Os sintomas mais comuns são tosse com ou sem secreção, cansaço excessivo, febre, suor noturno, falta de apetite, entre outros. Ao sentir estes sintomas, deve-se procurar uma Unidade Básica de Saúde.

Fonte
Texto: Anayr Celina
Fotos: SECOM
Secom – Governo de Rondônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *