terça-feira, janeiro 21, 2020
Home > Boletim 103,1 > Papa pede que rezemos para Deus ajudar o povo australiano neste momento difícil

Papa pede que rezemos para Deus ajudar o povo australiano neste momento difícil

Ao tomar conhecimento da presença de um grupo de australianos na Sala Paulo VI para a Audiência Geral, o Papa Francisco pediu orações pela população que sofre com os incêndios.
Cidade do Vaticano

Ao final da Audiência Geral desta quarta-feira, o Papa Francisco expressou sua proximidade ao povo australiano, vitimado por incêndios que castigam o país desde setembro de 2019:

“Entre vocês há um grupo da Austrália. Eu gostaria de pedir a todos que rezem ao Senhor para que ajude o povo neste momento difícil, com aqueles incêndios tão fortes. E estou próximo à população da Austrália”.

Os incêndios sem precedentes iniciados em setembro na Austrália já mataram pelo menos 25 pessoas. Doze pessoas morreram somente na última semana. Na sexta-feira mais de cem mil pessoas tiveram que ser evacuadas em três Estados.

Veja o apelo do Papa Francisco
Com as chamas o céu ficou literalmente vermelho em algumas regiões, enquanto no sudeste do país, onde foi declarado estado de emergência, o céu escureceu, tomado pela fumaça e pela chuva de partículas de cinzas. As implacáveis condições meteorológicas, com temperaturas que chegam aos 50°C agravaram a situação no último final de semana.

O rastro de destruição deixado pelo fogo, que se propaga com facilidade em função da seca prolongada, dos fortes ventos e das temperaturas elevadas, inclui centenas de propriedades e quase meio milhão de animais mortos. Diversas pequenas cidades correm o risco de desaparecerem do mapa, devoradas pelas chamas.

O primeiro ministro Scott Morrison anunciou no sábado a convocação de 3 mil reservistas do exército que se juntaram às equipes já envolvidas no combate às chamas. Ademais, o governo deslocou um terceiro navio para levar ajudas humanitárias à população que teve que abandonar suas casas.

Fonte: Vatican News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *