Porto Velho, 19 de setembro de 2019
Home > Formação > Instituída comissão para alcançar objetivos do Documento sobre Fraternidade Humana

Instituída comissão para alcançar objetivos do Documento sobre Fraternidade Humana

O documento foi assinado pelo Papa Francisco e pelo Grande Imame de Al-Azhar em fevereiro deste ano, durante o Encontro Inter-religioso no Founder’s Memorial, de Abu Dhabi. A comissão recém formada terá a tarefa de desenvolver um quadro de atividades para garantir caminhos de paz e de reconciliação.
Abu Dhabi

Uma comissão superior foi instituída em Abu Dhabi para implementar o Documento sobre a Fraternidade Humana, assinado pelo Papa Francisco e pelo Grande Imame de Al-Azhar em 4 de fevereiro deste ano, na capital dos Emirados Árabes Unidos. O documento representa uma declaração conjunta de esforços para unir a humanidade e trabalhar pela paz no mundo para garantir que as gerações futuras possam viver numa atmosfera de respeito recíproco e saudável convivência.

A composição da comissão

A comissão é formada pelo bispo e presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, Dom Miguel Ángel Ayuso Guixot; pelo presidente da Universidade de Al-Azhar, prof. Mohamed Hussein Mahrasawi; pelo secretário pessoal do Papa Francisco, Dom Yoannis Lahzi Gaid; pelo conselheiro do Grande Imame, o juiz Mohamed Mahmoud Abdel Salam; pelo presidente do Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi, Mohamed Khalifa Al Mubarak; pelo secretário-geral do Conselho Muçulmano dos Idosos, Sultan Faisal Al Rumaithi; e pelo escritor e representante da mídia árabe, Yasser Hareb Al Muhairi. O grupo pode convocar novos membros de comum acordo.

O trabalho da comissão

A comissão tem a tarefa de desenvolver um quadro de atividades para garantir a realização dos objetivos do “Documento Fraternidade Humana pela Paz Mundial e a Convivência Comum” – uma demonstração do empenho dos Emirados Árabes Unidos na promoção do diálogo inter-religioso e dos valores compartilhados que incluem a tolerância e a convivência pacífica entre as pessoas de todas as religiões e fé. O grupo formado em Abu Dhabi deverá preparar os projetos necessários para implementar o documento, dar seguimento à sua atuação em nível regional e internacional, além de formalizar encontros com líderes religiosos e chefes de organizações internacionais para apoiar e difundir a ideia de base do documento histórico.

A comissão superior ainda deverá solicitar às autoridades legislativas para aderirem às disposições do documento na legislação nacional para incutir os valores do respeito recíproco e da coexistência. O grupo também deve supervisionar a Abrahamic Family House, um museu que faz homenagem à visita histórica do Papa Francisco e do Grande Imame, e motiva a refletir sobre a convivência pacífica de várias comunidades nos Emirados Árabes Unidos.

A convivência pacífica entre as religiões

O xeique Mohamed bin Zayed Al Nahyan, príncipe hereditário de Abu Dhabi e vice-comandante supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos, afirmou que a formação da comissão contribuiria a implementar a visão compartilhada de desenvolvimento de iniciativas e ideias para favorecer a tolerância, a cooperação e a coexistência. O país considera todos os esforços que promovem a paz e difundem os princípios de fraternidade e convivência pacífica em todo o mundo, finalizou o xeique.

Fonte: Vatican News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *