quarta-feira, novembro 25, 2020
Home > Notícias da Igreja > Brasil > CNBB passa a transmitir a Audiência Geral do Papa em suas redes sociais

CNBB passa a transmitir a Audiência Geral do Papa em suas redes sociais

A partir desta quarta-feira, 10 de junho, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) passa a transmitir, em suas redes sociais, a Audiência Geral do Papa Francisco, às quartas-feiras, que neste período da pandemia da Covid-19 deixou de ser realizada na Praça São Pedro, no Vaticano, e passou a ser transmitida diretamente da Biblioteca do Palácio Apostólico.

Semanalmente os fiéis brasileiros poderão acompanhar a catequese do Papa, como também é chamada a Audiência Geral, sempre às 9h30 – horário de Brasília, diretamente no Facebook e no Youtube da CNBB.

“Toda quarta-feira, o Papa Francisco se reúne – não neste período da pandemia, com os fiéis e peregrinos de todas partes do mundo para a Audiência Geral, que é um encontro do pastor com os peregrinos. Francisco sempre desenvolve para esse momento uma catequese”, explica Silvonei José, responsável pelo departamento de língua portuguesa da Rádio Vaticano.

Segundo Silvonei, neste momento da pandemia do coronavírus, Francisco está desenvolvendo uma série de catequeses sobre a oração.

“Neste momento o Papa está desenvolvendo uma série de catequeses sobre a oração começando pelas raízes bíblicas. Nesse período, ele tem trabalhado a oração de Abraão”, destaca.

Idealizada nos anos 70 pelo Papa Paulo VI, as Audiências no verão normalmente são realizadas na praça São Pedro e participam em torno de 25 mil peregrinos por semana. Tudo é transmitido ao vivo por telões para que quem está atrás possa ver bem a imagem do Papa. Já no inverno, a catequese é transmitida de dentro da sala Paulo VI, que cabem até sete mil fiéis.

A tradicional Catequese é feita por Francisco sempre em italiano. Posteriormente, é disponibilizada uma síntese em francês, inglês, alemão, espanhol, português, árabe e polonês, e a cada nacionalidade dessa o Papa faz uma saudação para os fiéis daquelas línguas.

De acordo com Silvonei José, esse momento é a oportunidade que o Santo Padre tem de encontrar com os fiéis do mundo inteiro e os peregrinos que ali estão podem ver, ouvir e quem sabe até tocar o Papa. “É um momento Sui generis da quarta-feira”, diz.

Fonte: CNBB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *