quinta-feira, julho 9, 2020
Home > Notícias da Igreja > Brasil > A Amazônia Querida apresenta-se aos olhos do mundo com todo o seu esplendor, o seu drama e o seu mistério.

A Amazônia Querida apresenta-se aos olhos do mundo com todo o seu esplendor, o seu drama e o seu mistério.

Querida Amazônia

A Amazônia Querida apresenta-se aos olhos do mundo com todo o seu esplendor, o seu drama e o seu mistério. O Papa Francisco, introduz a ‘Querida Amazônia’, convidando aos cristãos e a todas as pessoas de boa vontade, para o compromisso de cuidar da Casa Comum, para que as gerações futuras possam usufruir um planeta habitável.

De forma sintética, nos traz presente o grito dos Pobres, dentre eles, os originários e Amazônicos, Gritos da Casa Comum, Novos Caminhos de evangelização para a igreja presente na Amazônia e para a igreja como um todo. Esta Exortação, faz referências aos documentos das Conferências episcopais dos países amazônicos, mas também a poesias de autores ligados à Amazônia.

Este documento convida a igreja como todo que se deixe “enriquecer e interpelar” por este trabalho, que nossa Igreja na Amazônia se empenhe “na sua aplicação”.

“Sonho com uma Amazônia que lute pelos direitos dos mais pobres, dos povos nativos, dos últimos, de modo que a sua voz seja ouvida e sua dignidade promovida. Sonho com uma Amazônia que preserve a riqueza cultural que a caracteriza e na qual brilha de maneira tão variada a beleza humana. Sonho com uma Amazônia que guarde zelosamente a sedutora beleza natural que a adorna, a vida transbordante que enche os seus rios e as suas florestas. Sonho com comunidades cristãs capazes de se devotar e encarnar de tal modo na Amazônia, que deem à Igreja rostos novos com traços amazônicos”. (Papa Francisco)

Vamos conversar!? Assista o vídeo introdutório e deixe sua opinião.

Quem são os mais pobres, que vivem as margens em nossas comunidades e paróquias?

Quais as ameaças que vivemos hoje na Amazônia?

O que o vídeo introdutório da Exortação ‘Querida Amazônia’ nos interpela?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *