/ NO AR /
(69) 99321-8279
Porto Velho, 28 de novembro de 2021 - 19h11
Home > Notícias da Igreja > Brasil > Diretoria da rede católica de rádios (RCR) aponta perspectivas para a realização do primeiro censo das rádios de inspiração católica no brasil

Diretoria da rede católica de rádios (RCR) aponta perspectivas para a realização do primeiro censo das rádios de inspiração católica no brasil

Diante do aval do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a realização do primeiro censo das rádios de inspiração católica no Brasil, uma parceria da Rede Católica de Rádios (RCR) e a Comissão para a Comunicação da CNBB, o portal da Conferência conversou com a diretoria da RCR para saber quais serão os próximos passos para a sua realização.

Angela Morais, presidente da RCR, disse que a partir de agora, a RCR e a Signis Rádio têm como meta o planejamento da comunicação estratégica para que o censo possa dar o seu início. “Nosso maior objetivo é aproximar as emissoras católicas que são muitas no Brasil daquela que é a nossa grande missão: ser força, fortalecer a Igreja no Brasil através do rádio”, disse.

O rádio, segundo Angela, já viveu muitas etapas desde a sua fundação. “Com o advento da tecnologia, da televisão, sempre se achava que o rádio seria esquecido e felizmente, com esse período de pandemia que vivemos no Brasil, com muitas pessoas sofrendo, o rádio tornou-se novamente muito importante, pois veio às claras o quanto é essencial para comunicar em tantos rincões desse país”.

A partir de agora Angela explicou que a RCR e a Signis Rádio têm como meta, com o censo, aproximar as emissoras não só da CNBB, mas sobretudo, para que sejam uma força de comunicação em todo o território brasileiro. “Nós somos uma força e uma potência extraordinária, porém muitas vezes pela geografia, pelas distâncias, pela linguagem acabamos nos distanciando e nós percebemos o quanto é importante nesse momento de pandemia a presença, como nos faz falta estar com aqueles que amamos, então o rádio é realmente um grande companheiro, além de ser uma potência de comunicação”, disse.

O próximo passo, conforme a presidente da RCR, é o de realizar um planejamento e em parceria com a Comissão para a Comunicação da CNBB fazer com que o censo seja absorvido por todo o Brasil, dioceses, regionais, para que se possa realizá-lo em comunhão, em fraternidade e ao final também promover a unidade. “Mapear todas as emissoras de inspiração católica é urgente e se faz necessário para que também possamos com essa unidade fortalecer cada emissora católica”, disse.

Angela explicou que um planejamento e um cronograma foram apresentados em uma reunião com a diretoria da RCR e o presidente da Signis Brasil, na quinta-feira, 24 de junho. Posteriormente haverá uma outra reunião com a Comissão para a Comunicação para apresentar as estratégias.

Sinodalidade e comunhão – O vice-presidente da RCR, Jorge Teles, disse que o censo pretende reunir informações sobre a radiodifusão católica no país. Dados como quantas são, onde estão, qual o perfil das rádios serão apurados. “Precisamos de um diagnóstico para pensar a caminhada futura, pensar projetos a curto – médio – longo prazo. Precisamos saber quais são as expectativas das rádios, o que elas estão vislumbrando, o que esperam de nós enquanto Signis Rádio. Penso que a comunhão, uma caminhada conjunta só nos tornará mais fortes. Sinodalidade talvez seja a palavra, o objetivo final de nosso censo”, disse.

Fonte: CNBB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *