sexta-feira, agosto 14, 2020
Home > Notícias da Igreja > Papa > No coração do apelo do Papa: scalabrinianas partem em missão a Lesbos

No coração do apelo do Papa: scalabrinianas partem em missão a Lesbos

“É um forte sinal para a Congregação, neste ano jubilar, sendo convidada a ir ao encontro dos migrantes e refugiados, sendo presença samaritana, de acolhida e solidariedade”, afirmou com exclusividade ao Vatican News a Ir. Neusa de Fátima Mariano, superiora-geral das scalabrinianas.

Bianca Fraccalvieri – Vatican News

Uma nova missão das Irmãs scalabrinianas parte hoje a Lesbos, na Grécia, para estar junto aos migrantes.

Graças à colaboração com a Comunidade de Santo Egídio, as missionárias realizarão um trabalho de assistência aos refugiados que chegam à ilha grega, sobretudo no que diz respeito aos corredores humanitários realizados pela instituição romana. Isso significa permitir aos migrantes ingressarem no território italiano de forma segura e dentro da lei, sem que tenham que arriscar suas vidas.

Seja Santo Egídio, seja a Congregação das Missionárias de São Carlos Borromeu atuam há anos na Grécia e agora decidiram reforçar a colaboração para que a presença de ambas seja mais eficaz.

Brasileira na missão

A primeira equipe (outra missão partirá em agosto) é composta pela irmã brasileira Marlene Vieira, que atua na Bélgica, Ir. Leticia Gutierrez Valderrama, mexicana que trabalha na Espanha, e duas jovens em formação: uma argentina e outra italiana. Elas partem esta quarta-feira e estarão operativas a partir de 31 de julho.

“É um forte sinal para a Congregação, neste ano jubilar, sendo convidada a ir ao encontro dos migrantes e refugiados, sendo presença samaritana, de acolhida e solidariedade”, afirmou com exclusividade ao Vatican News a Ir. Neusa de Fátima Mariano, superiora-geral das scalabrinianas.

A brasileira refere que as scalabrianianas se sentem cada vez mais impulsionadas, motivadas, acolhendo as provocações do Papa Francisco, que tem falado de forma profética convocando a comunidade internacional e as congregações a darem uma resposta a esta urgência humanitária.

Fonte: Vatican News
Foto: Papa Francisco visitou a ilha de Lesbos em 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *