terça-feira, maio 26, 2020
Home > Notícias da Igreja > Papa > Papa determina transferência de competências entre organismos da Santa Sé

Papa determina transferência de competências entre organismos da Santa Sé

A disposição foi promulgada nesta quarta-feira (20), mediante publicação no jornal vaticano L’Osservatore Romano, e prevê que o Centro de Elaboração de Dados (CED), atualmente de responsabilidade da APSA, a Administração do Patrimônio da Sé Apostólica, seja transferido à Secretaria para a Economia (SPE). Esse “Rescriptum ex audientia”, assinada em 11 de maio, entra em vigor a partir de 1º de junho.

Andressa Collet – Cidade do Vaticano

Uma resolução do Papa Francisco que dispõe a transferência de competências entre organismos da Santa Sé foi promulgada nesta quarta-feira (20), mediante publicação no jornal vaticano L’Osservatore Romano. O Rescriptum ex audientia, assinada em 11 de maio pelo cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado, entra em vigor a partir de 1º de junho deste ano.

Com a nova disposição, o Centro de Elaboração de Dados (CED), atualmente de responsabilidade da APSA, a Administração do Patrimônio da Sé Apostólica, será transferido para Secretaria para a Economia (SPE). Dessa forma, os funcionários do CED ligados à APSA passam à SPE, menos aqueles que, “de comum acordo e para melhor conveniência, podem permanecer nas dependências da APSA”.

Os termos estabelecidos foram acordados e assinados em protocolo pelo presidente da APSA, dom Nunzio Galantino; e pelo prefeito do dicastério, Pe. Juan Antonio Guerrero Alves – quem deve encaminhar a reorganização das atividades.

A disposição foi assinada considerando “a necessidade de garantir uma organização mais coerente da informação econômica e financeira da Santa Sé e de informatizar” modelos e procedimentos de trabalho. Além disso, a resolução visa “garantir a simplificação das atividades e da eficácia dos controles, uma vez que são fundamentais para o correto funcionamento dos Organismos da Cúria Romana”.

Fonte: Vatican News
Foto: A resolução do Pontífice entra em vigor a partir de 1º de junho deste ano (ANSA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *