“Guiados pela suave luz de Deus, que dissipa as trevas da divisão e direciona o caminho para a unidade. Na direção de uma comunhão cada vez mais plena”. Palavras do Papa Francisco por ocasião da audiência a uma Delegação Ecumênica da Finlândia nesta segunda-feira (17)

Jane Nogara – Vatican News

Como tradição, na manhã desta segunda-feira (17/01) o Papa Francisco recebeu uma Delegação Ecumênica da Finlândia, por ocasião da Festa de Santo Henrique que será celebrada dia 19 de janeiro. Francisco iniciou seu discurso recordando a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos que se realiza de 18 a 25 de janeiro. O tema deste ano é do Evangelho de Mateus: “Vimos sua estrela no Oriente e viemos prestar-lhe homenagem” (cf. Mt 2,2). “Refere-se aos Magos que, – continua o Papa – após uma longa viagem, encontram Jesus e o adoram. Os Magos chegam à meta porque a procuraram. Mas eles a buscam porque o Senhor por primeiro, com o sinal da estrela, tinha partido em busca deles. Encontram porque procuram, e procuram porque foram procurados”. E recordou:

“Tudo provém da graça de Deus que nos atrai. E nossa resposta só pode ser semelhante à dos Reis Magos: uma caminhada juntos”

Caminhar juntos

“Caminhar juntos. Aqueles que foram tocados pela graça de Deus não podem se fechar e viver em autopreservação, eles estão sempre a caminho, sempre se esforçando para seguir em frente. E avançar juntos: sua peregrinação aqui é um belo exemplo disso”, afirmou Francisco aos finlandeses presentes na audiência, em seguida ponderou:

“Queridos amigos, estamos a caminho guiados pela suave luz de Deus, que dissipa as trevas da divisão e direciona o caminho para a unidade. Estamos caminhando como irmãos em direção a uma comunhão cada vez mais plena”

Etapas da caminhada

“Há etapas da caminhada – continou o Papa – que são mais fáceis e onde somos chamados a proceder rápida e diligentemente. Algumas vezes, no entanto, o caminho é mais difícil e, diante de objetivos que ainda parecem distantes e difíceis de alcançar, é mais difícil alcançá-los. Neste caso, lembremo-nos de que estamos a caminho não como possuidores, mas como buscadores de Deus”.

Por fim o Papa Francisco recordou duas grandes “estações” que virão na caminhada dos cristãos nos próximos anos:

“Em 2025 celebraremos o 1700º aniversário do Concílio de Niceia. A confissão trinitária e cristológica deste Concílio, que reconhece Jesus como “Deus verdadeiro de Deus verdadeiro”, “consubstancial ao Pai”, nos une a todos os batizados. Em vista deste grande aniversário, preparemo-nos com renovado entusiasmo para caminhar juntos no caminho de Cristo, no caminho que é Cristo!”

E recordou a segunda “estação”: “Em 2030 comemoraremos os 500 anos da Confissão de Augsburg. Em uma época em que os cristãos estavam prestes a seguir seus caminhos separados, essa confissão procurou preservar a unidade. Sabemos que não foi possível impedir a divisão, mas o aniversário pode ser uma ocasião fecunda para nos confirmar e fortalecer no caminho da comunhão, para nos tornar mais dóceis à vontade de Deus e menos à lógica humana, mais dispostos a colocar metas terrestres à frente do caminho indicado pelo Céu”.

fonte: Vatican News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar Mensagem
Estamos Online
Rádio Caiari
Olá 👋
Como podemos ajudar?