Uma profunda mudança no ambiente escolar foi o resultado do trabalho realizado na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Mariana, após o envolvimento de toda a comunidade num projeto de ensino-aprendizagem que teve como temática o sistema de Salas Ambientes.

A ideia de reorganizar a escola foi acolhida por todos. “Tudo que é do governo é nosso”, disse o aluno do 1° ano da Educação de Jovens e Adultos (EJA), Marcio Leandro, ressaltando o motivo por ter se empenhado na execução do projeto.

“Com as salas temáticas, nós ao mudarmos de um ambiente para outro, ‘dá um toque’ em nossa cabeça e passamos a interagir mais”, argumentou o aluno ao apresentar os resultados da sala ambiente de matemática da qual participou.

Com a nova dinâmica, que acontecerá a partir do próximo semestre, a gestão vai iniciar a cultura de mudança de salas pelos alunos e não mais pelos professores. A escola que atende o ensino fundamental e médio, e apesar do projeto ser executado pelos alunos da EJA, toda a comunidade estudantil fará o uso das salas temáticas.

Cerca de 500 alunos foram envolvidos na mudança do espaço escolar, que não só contemplou a aparência, mas também a construção do conhecimento. São 14 salas temáticas, projetadas e transformadas pelos próprios alunos, orientandos pelos professores e a equipe gestora da escola.

Os recursos foram dos próprios alunos e professores, com complementação do governo por meio do Programa de Apoio Financeiro (Proafi), recurso do Tesouro Estadual, previsto no orçamento próprio da Seduc.

PROJETO AMAC

Nesta segunda-feira, (01), a diretora, Márcia Reis, acompanhada da coordenadora de Porto Velho, Paula Fernandes, e da secretária adjunta da Seduc, Conceição Alves, participaram do evento de culminância do projeto AMAC (Atividade Multidisciplinar por Área de Conhecimento), que contemplou a mudança.

O projeto Amac acontece todo ano, mas neste o foco foi na ambientação das salas de aulas, contemplando as áreas de Português, Matemática, Geografia, História, Biologia, Química, Inglês, Artes e Educação Física.

A secretária adjunta da educação, Conceição Alves, ficou entusiasmada com os resultados e disse que o projeto da escola Mariana é um exemplo de protagonismo e ousadia de gestão escolar. A gestora, também pedagoga, visitou os ambientes e avaliou como positiva a ação que contribui com a melhoria do desempenho cognitivo dos estudantes.

Fonte:
Texto: Aurimar Lima
Fotos: Aurimar Lima
Secom – Governo de Rondônia

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enviar Mensagem
Estamos Online
Rádio Caiari
Olá 👋
Como podemos ajudar?