/ NO AR /
(69) 99321-8279
Porto Velho, 27 de janeiro de 2022 - 10h19
Home > Notícias > Em um dia, Vale do Jamari registra 7 ocorrências de festas e aglomerações

Em um dia, Vale do Jamari registra 7 ocorrências de festas e aglomerações

Boletins foram registrados em Ariquemes, Monte Negro e Cujubim. Adolescente chegou a ser levada à delegacia; atitudes contrariam recomendações das autoridades para combater a disseminação do novo coronavírus.

Pelo menos sete ocorrências foram registradas no último domingo (19) por aglomeração de pessoas e a realização de festas em Cujubim, Monte Negro e Ariquemes, no Vale do Jamari. As atitudes violam o isolamento social e o período de quarentena recomendados pelas autoridades para prevenir a disseminação do novo coronavírus. Uma adolescente de 16 anos chegou a ser levada à delegacia. Ninguém foi preso.

Em Ariquemes, foram registrados três boletins de ocorrência entre a madrugada e a manhã de domingo: um em um bar e dois de uma mesma festa. Na primeira abordagem da festa, um homem atendeu a guarnição, que registrou a ocorrência no nome dele, pois o proprietário da casa não havia sido localizado.

Já na segunda abordagem, uma adolescente de 16 anos se apresentou como sendo a responsável pela residência, mas não revelou inicialmente aos policiais que era menor de idade.

Durante a verificação dos documentos da jovem, os policiais constataram que se tratava de uma adolescente. Ela foi encaminhada à delegacia para prestar esclarecimentos, onde disse que a casa era, na verdade, de uma tia de consideração. O Conselho Tutelar foi acionado.

Já em Cujubim, a polícia registrou três ocorrências de pessoas que estavam aglomeradas em bares, em um campo de futebol e no fundo de um comércio. Os registros foram feitos entre 17h e quase 22h de domingo. Conforme a corporação, as aglomerações somam mais de 40 pessoas descumprindo a ordem de isolamento.

Em Monte Negro houve uma ocorrência por violação do isolamento social por volta das 21h de domingo. Nesse caso, a polícia autuou o dono do local por aglomeração.

Anteriormente já determinado pelo estado no decreto de calamidade pública, é necessário que fiquem fechados os shopping centers, cinemas, teatros, bares, clubes, academias, balneários, boates e casas de shows. Também continuam proibidas reuniões com mais de 5 pessoas e permanência e trânsito de pessoas em áreas de lazer e convivência.

Ainda conforme o Estado, entre as condições para a reabertura por decreto dos prefeitos estão a entrada apenas de clientes com máscaras. Se o consumidor não tiver usando, a empresa deve fornecer o item.

Devem ser feitas também limpezas minuciosas de objetos, disponibilização de torneira com água e sabão ou álcool 70% e equipamentos de proteção como luvas e máscaras para funcionários, proibição e controle de clientes do grupo de risco, distância mínima de 2 metros entre funcionário e cliente, dentre outras.

Fonte: G1 Rondônia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *