terça-feira, janeiro 21, 2020
Home > Notícias > Fhemeron conta com ouvidoria para avaliação do atendimento

Fhemeron conta com ouvidoria para avaliação do atendimento

Seguindo uma das determinações do governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, a Ouvidoria Geral do Estado (OGE), representada pelo ouvidor João Bosco, deu início à implantação de ouvidorias em órgãos públicos do Estado. Na terça-feira (14), a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Rondônia (Fhemeron) recebeu a visita dos representantes que trouxeram uma caixa que simboliza a implantação do serviço.

O objetivo, segundo João Bosco, é oferecer qualidade e transparência das ações públicas, de forma que o cidadão seja bem atendido onde estiver. “Esse já era um desejo do governo de Rondônia. E notamos que a Fhemeron já atuava com pesquisas de satisfação, e agora o cidadão ganha mais um reforço para avaliar o serviço público ofertado”, destacou Bosco.

A caixa, onde serão depositadas as reclamações, elogios ou sugestões, possui dois números de telefone, um da Fhemeron (98464-0125) e outro da ouvidoria geral de Rondônia (0800-647-7071). Dessa forma, o cidadão ou usuário poderá se reportar aos dois órgãos. A gerente de captação da Fhemeron, Maria Luiza, acrescenta ainda que a avaliação sobre os atendimentos sempre é feita com os usuários, e os resultados obtidos contribuem na melhora do serviço.

“Para nós é muito importante saber a opinião do usuário sobre nosso serviço. Há vários anos realizamos pesquisas de satisfação, e temos tido bons resultados. De janeiro a dezembro de 2019, por exemplo, 80% dos doadores demonstraram satisfação com nosso serviço. E observamos que de 200 doadores pesquisados no mês, apenas um ou dois fizeram alguma reclamação. E temos ainda o cuidado de entrar em contato com esses doadores para entendermos a situação e buscarmos a melhoria”, ressaltou Maria Luiza.

A ouvidoria da Fhemeron está, agora, oficialmente funcionando. A caixa fica na recepção para que o usuário possa facilmente visualizar e deixar sua avaliação.

Na oportunidade, a médica hematologista, Ana Carolina, aproveitou para reforçar o pedido de doações. Segundo ela, a demanda de doações é alta, e a implantação da ouvidoria é para melhorar o atendimento, de forma que mais doadores sintam o desejo de comparecer à fundação.

“Essa iniciativa vem para somar com nosso objetivo de melhorar o serviço e aumentar o número de doações. No ano passado recebemos em média 49 mil doações, estamos acima da média da região Norte, mas esse número fica pequeno em comparação à grande demanda que enfrentamos. Por isso a necessidade de cada vez mais doações”, finalizou a médica.

Fonte
Texto: Anayr Celina
Fotos: Edcarlos Carvalho
Secom – Governo de Rondônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *