/ NO AR /
(69) 99321-8279
Porto Velho, 17 de outubro de 2021 - 12h19
Home > Notícias > Francisco, Welby e Wallace: discernir como servir melhor o povo do Sudão do Sul

Francisco, Welby e Wallace: discernir como servir melhor o povo do Sudão do Sul

Os signatários da carta recordam com alegria e ação de graças o histórico encontro dos líderes políticos e religiosos do Sudão do Sul no Vaticano, em 2019, e as promessas feitas naquela ocasião. “Rezamos para que essas promessas moldem suas ações, para que nos seja possível visitar e celebrar pessoalmente com os senhores e seu povo, honrando suas contribuições a uma nação que cumpra as esperanças de 9 de julho de 2011”, escrevem eles.

Mariangela Jaguraba – Vatican News

O Papa Francisco, o arcebispo de Cantuária, Justin Welby, e o moderador da Igreja da Escócia, Jim Wallace, assinaram e enviaram uma carta conjunta aos líderes políticos do Sudão do Sul por ocasião do 10° aniversário de Independência desse país africano, celebrado nesta sexta-feira, 9 de julho.

Ouça e compartilhe

“Neste dia que marca os dez anos de Independência do Sudão do Sul, enviamos aos senhores as nossas saudações cordiais, conscientes de que este aniversário recorda suas lutas passadas e aponta com esperança para o futuro. Esta nação é abençoada com imenso potencial, e nós os encorajamos a fazerem esforços cada vez maiores para permitir ao seu povo desfrutar de todos os frutos da independência”, ressaltam no texto.

Os signatários da carta recordam que na última vez que escreveram aos líderes políticos do Sudão do Sul, no Natal, rezaram para que pudessem sentir mais confiança entre eles e fossem “mais generosos no serviço ao seu povo”. “Desde então, temos tido a alegria de ver alguns pequenos progressos. Infelizmente, o seu povo continua vivendo com medo e incerteza, e não tem confiança de que sua nação possa de fato dar vida à “justiça, liberdade e prosperidade”, conforme cantado em seu hino nacional. Ainda há muito a ser feito no Sudão do Sul para formar uma nação que reflita o Reino de Deus, onde a dignidade de todos seja respeitada e todos sejam reconciliados. Isto pode exigir dos senhores sacrifício pessoal como líderes, o exemplo de liderança do próprio Cristo mostra isso fortemente, e hoje queremos que os senhores saibam que estamos ao seu lado enquanto olham para o futuro e buscam discernir novamente como servir melhorar todo o povo do Sudão do Sul”, ressaltam eles.

Francisco, Welby e Wallace recordam com alegria e ação de graças o histórico encontro dos líderes políticos e religiosos do Sudão do Sul no Vaticano, em 2019, e as promessas feitas naquela ocasião. “Rezamos para que essas promessas moldem suas ações, para que nos seja possível visitar e celebrar pessoalmente com os senhores e seu povo, honrando suas contribuições a uma nação que cumpra as esperanças de 9 de julho de 2011. Enquanto isso, invocamos sobre todas as pessoas no Sudão do Sul as bênçãos de Deus de fraternidade e paz”, concluem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *