LEITURA DO DIA

Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses (Cl 1,15-20)

Cristo Jesus é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação, pois por causa dele foram criadas todas as coisas no céu e na terra, as visíveis e as invisíveis, tronos e dominações, soberanias e poderes.

Tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele existe antes de todas as coisas e todas têm nele a sua consistência. Ele é a Cabeça do corpo, isto é, da Igreja. Ele é o princípio, o Primogênito dentre os mortos; de sorte que em tudo ele tem a primazia, porque Deus quis habitar nele com toda a sua plenitude e por ele reconciliar consigo todos os seres, os que estão na terra e no céu, realizando a paz pelo sangue da sua cruz.

EVANGELHO DO DIA

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas (Lc 5,33-39)

Naquele tempo, os fariseus e os mestres da Lei disseram a Jesus: “Os discípulos de João, e também os discípulos dos fariseus, jejuam com frequência e fazem orações. Mas os teus discípulos comem e bebem”. Jesus, porém, lhes disse: “Os convidados de um casamento podem fazer jejum enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, naqueles dias, eles jejuarão”.

Jesus contou-lhes ainda uma parábola: “Ninguém tira retalho de roupa nova para fazer remendo em roupa velha; senão vai rasgar a roupa nova, e o retalho novo não combinará com a roupa velha. Ninguém põe vinho novo em odres velhos; porque, senão, o vinho novo arrebenta os odres velhos e se derrama; e os odres se perdem. Vinho novo deve ser posto em odres novos. E ninguém, depois de beber vinho velho, deseja vinho novo; porque diz: o velho é melhor”.

PALAVRAS DO SANTO PADRE

Vinhos novos em odres novos. Eis a novidade do Evangelho. O que nos traz o Evangelho? Alegria e novidade. Esses doutores da lei atinham-se aos seus mandamentos, às suas prescrições. Alguns de vocês podem me dizer: ‘Mas, padre, os cristãos não têm lei?’ Sim! Jesus disse: “Eu não venho para fechar a lei, mas para levá-la à sua plenitude”. E a plenitude da lei, por exemplo, são as bem-aventuranças, a lei do amor, o amor total, como Ele – Jesus – nos amou. Vinhos novos em odres novos. E é por isso que a Igreja pede a todos nós algumas mudanças. Pede-nos que deixemos de lado as estruturas caducas: não servem! E pegar novos odres, os do Evangelho. (Santa Marta, 5 de setembro de 2014)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar Mensagem
Estamos Online
Rádio Caiari
Olá 👋
Como podemos ajudar?