Ouça e Compartilhe

Devido a um “apagão” até agora não explicado, no sistema de monitoramento operado pela empresa EU Brasil, 466 apenados ficaram praticamente livres, sem comunicação, durante longos períodos de tempo.

De acordo com Helanne Cristina Magalhães Carvalho, assessora Técnica Especial do Sistema Penitenciário e gestora do contrato firmado com a UE Brasil Tecnologia LTDA, os apenados passaram mais de 10 dias sem monitoramento eletrônico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar Mensagem
Estamos Online
Rádio Caiari
Olá 👋
Como podemos ajudar?